FETARN realiza Conselho Deliberativo referente as atividades do ano de 2022

248

 

A assembleia do Conselho Deliberativo Ordinário da FETARN ocorreu nesta quinta-feira (13) e sexta-feira (14), na sede da federação e virtualmente por videochamada, e contou com a participação dos diretores e representantes dos Sindicatos filiados, além de convidados.

O encontro começou pela manhã com o acolhimento (presencial e virtual) dos participantes e seguiu com a apresentação do Balanço Financeiro e Patrimonial de 2022, que foi aprovado de forma unânime. Na sequência, foram construídas análises da conjuntura política nacional, com Aristides Santos, presidente da CONTAG, e estadual, com Eliane Bandeira, presidenta da CUT; e os desafios impostos aos trabalhadores e trabalhadoras da agricultura familiar no RN.

Durante a tarde, outras pautas importantes foram discutidas, como a participação da FETARN no Festival da Juventude Rural, que será realizado em abril, e na Marcha das Margaridas, a ser realizada em agosto. As mobilizações buscam pressionar a classe política por políticas públicas que promovam a reconstrução do Brasil, o bem viver, além de políticas públicas voltadas à sucessão rural.

No segundo dia de programação do Conselho, na manhã desta sexta-feira (14), foi debatida a organização da produção da agricultura familiar a partir das apresentações trazidas pelo professor da UFRN, Reinaldo Picanço, que falou sobre o cooperativismo como modelo de negócio para a agricultura familiar e como ele é uma forma de organização que possibilita melhores condições de vida no campo; pelo professor da UERN, Emanuel Márcio, que aprofundou a discussão apontando o cooperativismo como chave para o desenvolvimento rural, a partir de uma agroindustrialização; e a professora Suerda Soares, representando a Unicafes, que apresentou o papel da Unicafes para a agricultura familiar no RN e quais suas ações para desenvolvimento rural.

Ainda na manhã da sexta-feira, o momento se seguiu com a apresentação de Renato Medeiros que, representando o INSS, conversou sobre a importância dos acordos técnicos com a FETARN e a CONTAG, além da participação dos sindicatos nesse contexto. Na sequência, Jocelino Dantas, secretário de Política Agrícola da FETARN, explicou o contexto de criação do CAF, além da luta das FETAG’s e da CONTAG para o desenvolvimento desta política pública para atender, de forma mais eficiente, os interesses e reais necessidades dos trabalhadores e trabalhadoras da agricultura familiar.

“Nessa reunião do Conselho Deliberativo da FETARN tivemos uma grande participação dos dirigentes e das dirigentes sindicais, onde podemos fazer encaminhamentos importantes para o Festival da Juventude e a Marcha das Margaridas, debater, além do balanço orçamentário da nossa federação, o contexto estadual e nacional para a agricultura familiar e a ação política-sindical, para entendermos a conjuntura do nosso país. Por fim, nós também trouxemos outros temas importantes como o fortalecimento da agricultura familiar através do cooperativismo, a questão do cadastro ambiental rural, entre outras pautas”, finaliza Erivam do Carmo, presidente da FETARN.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here